Resenha: Um Ano Inesquecível - Bruna, Thalita, Paula e Babi

3/27/2017


Um Ano InesquecívelTítuloUm Ano Inesquecível
Autora: Paula Pimenta, Bruna Vieira, Babi Dewet, Thalita Rebouças
ISBN-13:
9788582353110
Editora: Gutenberg
Ano: 2015
Páginas: 400
Na rede: Skoob
Onde comprar: Saraiva, Amazon, Livraria Cultura
Minha avaliação do livro: ✩✩✩
 - Muito bom!
Sinopse: Dizem por aí que os melhores momentos da vida são vividos na adolescência. Os primeiros amores, os encontros, as festas, as viagens, as surpresas… E são sempre os instantes inesperados que transformam um dia comum em uma lembrança especial, daquelas que nunca deixarão de nos acompanhar.
Este é um livro sobre esses momentos doces e sensíveis que não se apagam da memória tão facilmente. Quatro contos, em quatro estações do ano, sobre jovens que passam por vivências e sentimentos intensos. Paula Pimenta nos leva em uma viagem de inverno. Babi Dewet conta como um outono pode mudar tudo. Bruna Vieira mostra a paixão brotando com a primavera. E Thalita Rebouças narra um intenso amor de verão. Histórias de um ano inesquecível que vão ficar para sempre!

Olá gente bonita, tudo bem? Hoje trago pra vocês a resenha do livro Um Ano Inesquecível! Quando 4 das escritoras brasileiras mais queridas pelo público jovem resolvem escrever um livro juntas, é certo que vai ser um sucesso, não é? haha
O livro traz quatro histórias diferentes, cada uma situada em uma das estações do ano, com quatro personagens mulheres que, particularmente eu amei!
Desta vez farei um pouco diferente do habitual e darei um pouco da minha opinião (sem spoilers) durante a sinopse de cada um dos quatro contos.


Inverno: Enquanto a neve cair - Paula Pimenta

Resultado de imagem para um ano inesquecível
"Imagine um local que não haja nenhuma cor. Um ambiente em que, para onde quer que você olhe, tudo seja branco, até onde sua visão alcança. Sim, esse lugar existe e eu posso provar, pois estou nele."

Enquanto todos os amigos de Mabel passarão as férias juntos em um sítio, Mabel precisa ir para o Chile com sua família durante as férias. Ela está MUITO irritada, pois não queria nem um pouco estar ali. Frio, neve, isso não é para ela. Ela queria estar aproveitando uma boa piscina com seus amigos. E o pior, todos ali estão inscritos em aulas de esqui. Mas quem sabe o inverno não trará coisas muito positivas para ela?
Esse, particularmente foi meu segundo conto favorito. No começo, achei a Mabel bem mimada e irritante, quem em sã consciência ficaria bravo por ter que viajar nas férias para um lugar incrível? Mas depois minha opinião sobre ela foi mudando! Eu morro de vontade de conhecer neve, e toda a magia que a neve trouxe a historia fez eu suspirar o conto inteiro! Muito bom!

Outono: O Som dos Sentimentos - Babi Dewit

"Era impossível que alguém, durante toda a sua vida, não cantasse aquela música dos Los Hermanos quando ela contava qual era seu nome?"

João Paulo é um músico em formação, que passa parte dos seus dias tocando violão em frente ao MASP, em São Paulo. Ele faz isso não pelo dinheiro, mas pelo prazer de saber que ali todos tem um espaço. Anna Júlia é uma jovem que está estagiando em um escritório próximo ao MASP, portanto, todos os dias, após a aula, ela passa por ali, a caminho do trabalho. Ele ama música, ela detesta, mas adora podcast. Um dia o caminho deles se cruza, e a vida dos dois muda.
Entre todos, este foi meu conto preferido. A Babi escreve muito bem, e este foi meu primeiro contato com a escrita dela. Achei ela o máximo. Amo o jeito que ela fala sobre musica e sobre a vida. Vale a pena saborear cada palavra do conto dela!

Primavera: A Matemática das Flores - Bruna Vieira

Resultado de imagem para um ano inesquecível

"Se você não pode ser quem as pessoas querem que você seja, torne-se a pessoa que elas não conseguem ser"

Jasmine é uma cacheada, filha de uma florista - que lhe deu o nome de flor - que está em época de vestibular. Só tem um pequeno problema: ela é viciada em celular, e não se concentrava nas aulas de matemática e estava quase para reprovar por isso. Seus pais decidem que ela só poderá ter seu celular de volta caso seja aprovada na matéria. Ela precisa tirar um 8 na prova, o que lhe parece impossível, já que ela era péssima na matéria e não conseguiria recuperar um ano inteiro em apenas um mês antes da prova, por isso, seus pais a colocam em aulas particulares que acontecem na escola que ela estuda, mas durante a noite. O que será que a primavera tem destinado à Jasmine? 
Me identifiquei com muitos dos problemas de Jasmine. Principalmente porque sou péssima em matemática também. HAHAHA
É um conto muito fofo, vale a pena a leitura!

Verão: Amor de Carnaval - Thalita Rebolças

Resultado de imagem para um ano inesquecível
"Não precisa ser conto de fadas, mas, meu bem, tô desesperada, com seu amor não me sinto encalhada."

No último conto, temos três amigas inseparáveis: Inha, Kaká e Tati, que vão para Búzios passar o ano novo e acabam saindo numa capa de revista. Resultado? Uma delas começa a namorar uma pessoa famosa e todas elas vão parar num camarote de carnaval. E tem muita confusão e amor envolvidos na história!
Destes quatro contos, foi o que eu menos gostei. Eu não tenho nada contra a Thalita, ela é uma boa escritora, até. O problema é que enquanto todos os contos tem um ar mais maduro, por assim dizer, o conto Amor de Carnaval é bem forçado e infantilizado. São incontáveis as vezes que lemos coisas fúteis neste conto. A palavra "famoso" é repetida tantas vezes que, em vários momentos pensei em desistir de ler. 

Num geral...

É uma boa pedida para quem gosta de contos com romances curtinhos, que falam de amor e outras coisas que acontecem na vida da gente. Recomendo! ♥

Sobre as autoras:
Foto -Paula Pimenta
Sobre a autoraPaula Pimenta nasceu em Belo Horizonte – MG. Desde criança apresentou aptidão para a escrita e por esse motivo prestou vestibular para Jornalismo, embora tenha transferido para Publicidade, curso no qual se formou na PUC Minas. Estudou também Música na UEMG, deu aulas de violão e técnica vocal por vários anos, e é compositora.





Foto -Babi DewetSobre a autora: Babi Dewet nasceu dia 30 de dezembro de 1986, no Rio de janeiro. No início da adolescência, morou em Alto Paraíso (GO). É formada em Cinema e dona de uma escola com o projeto de reeducação para jovens. Se considera uma eterna adolescente, sempre em busca da Terra do Nunca. Leitora assídua, é apaixonada por cultura pop, literatura fantástica e bandas britânicas. Fã de carteirinha de fenômenos como Harry Potter e Crepúsculo, também adora os clássicos de Jane Austen e espera um dia conseguir criar personagens tão fortes como os do André Vianco.
Seu maior sonho era ser uma estrela do Rock, mas sem talento musical, encontrou nos livros sua verdadeira vocação.



Foto -Bruna Corrêa Vieira
Sobre a autoraBruna Vieira nasceu em Leopoldina, interior de Minas Gerais, mas vive em São Paulo desde que decidiu brincar de ser gente grande. Criou o blog aos 15 anos para superar uma desilusão amorosa e através da escrita, descobriu que não era a única garota tímida com o coração partido no mundo. Em 2012, publicou um livro de crônicas e contos e ganhou uma coluna na Revista Capricho. Como #ViajanteCI, conheceu diversos países e então, decidiu que iria compartilhar cada experiência em um canal do youtube. Nesse meio tempo o Depois Dos Quinze cresceu, mudou e amadureceu. Hoje é um meio de comunicação, o maior do seu segmento, com direito a uma equipe de colaboradores que sempre tem coisas interessantes para contar.



Foto -Thalita Rebouças TeixeiraSobre a autoraNas palavras da própria Thalita: "Sou fofa. Pelo menos é o que dizem as boas línguas.
Nasci no dia 10 de novembro de 1974, sou carioquésima (daquelas que louvam o Rio e agradecem diariamente por ser de uma cidade tão linda e especial), empolgada, teimosa, escorpiana, portelense, Fluminensesesê!, abracenta, sorridente, chata à beça na TPM, chorona (do tipo ridícula, choro até vendo comercial de detergente), alucinada por sambas e marchinhas de Carnaval, louca por brigadeiro (para comer de colher) e adrenalina — já saltei de pára-quedas e asa-delta algumas vezes — e viciada em algumas séries de TV (Friends, Seinfeld, Sex and The City, Lost e Desperate Housewives são minhas preferidas).
A vontade de escrever nasceu quando eu era criança. Do alto dos meus 10 anos eu me autodenominava "fazedora de livros".

You Might Also Like

4 Comentários

Comentário(s)
4 Comentário(s)
  1. Como não amar este livro?
    Quero muito ler. Mais por causa da Babi que eu adoro!!

    Gostei muito da resenha! ♥

    Bjks

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A escrita dela é maravilhosa <3

      Excluir
  2. Gosto desse tipo de livro descontraído e divertido, não conhecia muito sobre as autoras só ouvia falar mas nunca li nada delas, gostei muito da dica, beijos

    http://www.ritinhaangel.com.br/

    ResponderExcluir

• Fique a vontade pra comentar, respondemos e retribuimos assim que pudermos
• Os comentários são moderados para que possamos dar maior atenção a cada um deles

Like us on Facebook