Vale Apena Ouvir Direito #6 - Zumbis do Espaço: Destructus Maximus

30.6.17

Capa Original do Álbum.

Álbum: Destructus Maximus
Artista: Zumbis do Espaço.

Lançado em: Junho de 2009
Faixas
 
1. O Mal que Está em Seu Sangue
2. Sua Ultima Oração
3. Rejeitados Pelo Diabo
4. Voodoo
5. Ilsa
6. O Chamado da Estrada
7. Eu Sou a Maldição
8. Onde os Fracos não tem Vez
9. O Diabo Fez o Jogo
10. Eu Ouço Vozes
11. Adeus e Até Nunca Mais



Duração Total: 31 Minutos
Disponível em: Youtube, Spotify, Itunes e outras plataformas soltas por aí.

     




Sobre a banda:


Zumbis do Espaço é uma banda de rock (punk rock ou horror punk, como eles gostam de se denominar) que se formou em 1996 em São Paulo, Brasil. A formação atual conta com os membros André "Tor" Tauli (vocal), Renato Machado (guitarra), Zumbili (bateria) e Gargoyle (baixo). Com 21 anos de estrada, a banda já possui 8 álbuns de estúdio, 2 ao vivo e ainda 2 DVDs.

Playlist:



Sobre o Álbum:

Há um certo tempo atrás (quando eu tinha bastante tempo e vontade de pesquisa), tive uma onda de pesquisas sobre a cena do rock nacional – coisa que eu não sabia muito –, e encontrei ótimas bandas, como Zumbis do Espaço.
Só para se entender melhor o contexto das músicas: Imagina que você e seus amigos são viciados em quadrinhos, filmes de terror e muito rock n’ roll... imaginou? Pois bem, se você junta tudo isso em músicas, com certeza o resultado será Zumbis do Espaço.
 Destructus Maximus é o sexto álbum de estúdio da banda Zumbis do Espaço e conta com músicas de letras fortes como Adeus e Até Nunca Mais (Letra: Vamos aos fatos, eu não me sinto culpado/ Eu não lhe devo nem um centavo/ Adeus e até nunca mais), e aquelas músicas que você pode ouvir na estrada ou durante uma partida de truco poker, como O Chamado da Estrada e O Diabo Fez o Jogo.
De uma forma geral, o ritmo das canções é relativamente lento – com exceções, como Onde os Fracos não Tem Vez –, com o som dos instrumentos dando uma interpretação excelente em todas as canções. Vale ressaltar que o vocal do Tor se encaixa muito bem nas canções, dando um tom mais sombrio durante as músicas que falam abertamente sobre morte.
Claro, o álbum de uma forma geral também tem muitas referências a quadrinhos e filmes de terror B (o próprio nome da banda já é uma referência a essas coisas). Músicas que contam histórias surreais de morte, destruição, inferno e zumbis.

Em todo o conjunto da obra, Destructus Maximus é um ótimo álbum para aqueles dias sombrios e pra tocar no churrasco da família (uma boa pra isso é Eu Sou a Maldição). Claro, para aqueles fãs de carteirinha de coisas sobre terror, com certeza tanto o álbum, quanto a banda valem apena ouvir direito. 

You Might Also Like

2 Comentários

Comentário(s)
2 Comentário(s)
  1. Não só vou escutar, como acabei de indicar pra uma pessoa que eu sei que vai curtir. hahaha.

    Adorei!!!

    Bjks

    ResponderExcluir
  2. Nunca tinha ouvido falar, e, confesso, não faz muito o meu estilo, mas é sempre legal conhecer coisas novas, então claro que vou dar uma chance! ^^
    Um beijão,
    Gabs | likegabs.blogspot.com ❥

    ResponderExcluir

• Fique a vontade pra comentar, respondemos e retribuimos assim que pudermos
• Os comentários são moderados para que possamos dar maior atenção a cada um deles

Like us on Facebook